5. Privacidade, um bem muito precioso

Enquanto indivíduo ou membro de um grupo, até que ponto você é capaz de controlar o fluxo dos seus dados pessoais, para então revelar informações pessoais de acordo com sua vontade?

5.1 Disfarçado/a no mundo da Internet

Privacidade: O direito individual de guardar em segredo assuntos e relações pessoais.

5.2. O direito de ser esquecido – eliminar uma pegada digital

E se pudesse criar datas de validade digitais, de forma que as informações pudessem ser eliminadas automaticamente em determinado prazo escolhido há anos atrás? Que tipo de conteúdos gostaria de manter para sempre?

5.3 Mostre-se, mas não muito!

A Internet é um excelente canal para paquerar e experimentar, principalmente se na vida real for muito tímido/a. Há menos barreiras e, pouco a pouco, a sua confiança cresce e torna-se mais fácil se aproximar de alguém na vida real. Mas até onde você vai?

5.4 A minha privacidade e a sua

No entanto, a proteção da sua privacidade não depende apenas de você, depende também dos outros. A privacidade é um direito, mas é também uma responsabilidade. Convém não esquecer que qualquer atitude que você toma online pode ter consequências para os outros. Mesmo que protegendo o seu perfil, as informações pessoais podem circular online através das tags.